Posts em Destaque

Posts mais selecionados estão esperando por você . Veja isso

Mural de Recados

David Britto ao vivo

Feliz Ano Novo!

É hora de receber o Ano Novo com alegria e esperança no coração. De deixar o ruim no passado, e abraçar o futuro com otimismo. Vamos fazer desta virada de ano um recomeço de tudo que é bom. Um renovar de sentimentos positivos, e um renascer de velhos sonhos. Desejo muita felicidade para este ano. Que sejam 365 dias de realizações, sucesso e muita prosperidade. Feliz Ano Novo!

Google bloqueia anúncios sobre Jesus e referências bíblicas

Diretor de uma editora luterana alega que o Google não aceitará mais propagandas relacionadas ao site da organização `por causa da fé que expressamos´

Bruce Kintz, CEO da Concordia Publishing House (CPH) – uma entidade da Igreja Luterana, publicou na sua página do Facebook, sua indignação após a organização ter sido informada de que o serviço de publicidade online do Google não promoveria o site da CPH por possuir certos itens religiosos na página.
A postagem no Facebook de Kintz explica que lhe foi informado que “os anúncios do Google não aceitariam mais nada relacionado ao domínio cph.org".
“Eles afirmaram que a razão é por causa da fé que expressamos em nosso site”, escreveu Kintz.
Mais especificamente, um representante de suporte do Google AdWords disse ao CPH que as referências a Jesus e à Bíblia levaram à desaprovação dos anúncios.
“Foi dito pelo Google, que coisas como o nosso desafio bíblico em nossa página da Web precisariam ser esclarecidas antes que pudessem considerar para anúncios”, disse Kintz.
Ele argumentou que a notícia era “incrivelmente séria e decepcionante. “É uma batalha difícil, mas nossa missão e nossos clientes valem a pena”, enfatizou. “É por isso que estamos aqui", afirmou.
Um porta-voz do Google disse ao The Christian Post que “o Google recebe publicidade de instituições religiosamente afiliadas, incluindo organizações cristãs”.
No entanto, para “proteger a privacidade do usuário, o Google AdWords tem políticas em vigor” que restringem a forma como os anunciantes podem usar os dados para exibir e personalizar anúncios para os usuários.
“Proibimos que os anunciantes usem dados confidenciais, como raça, filiação religiosa, afiliação política ou orientação sexual, para exibir anúncios aos usuários”, diz uma declaração do Google.
Uma análise das políticas de publicidade do Google  mostra que a empresa proíbe o uso de “crença religiosa pessoal” para segmentar usuários para publicidade.
“Queremos que os anúncios forneçam uma experiência positiva e sejam informados pelos interesses dos usuários, e não por quem eles são vistos como pessoas. Por isso, não permitimos publicidade personalizada com base na identidade fundamental ou intrínseca de um usuário. seus sistemas de crenças “, afirma a política. “Essas identidades e crenças podem incluir classificações intrinsecamente privadas de si mesmo; classificações suscetíveis a estigmas, discriminação ou assédio; participação em grupos suscetíveis a estigmas, discriminação ou preconceitos; e sistemas de crenças pessoais.
“Os anunciantes não podem usar categorias de identidade e crença para segmentar anúncios para usuários ou para promover produtos ou serviços de anunciantes.”
De acordo com a Concordia Publishing House, os anúncios reprovados pelo Google eram chamados de anúncios de remarketing. O Google define isso como exibição de “anúncios para pessoas que acessaram seu website ou usaram seu aplicativo para dispositivos móveis. Quando as pessoas saem do website sem comprar nada, por exemplo, o remarketing ajuda você a se reconectar exibindo anúncios relevantes em diferentes dispositivos.”
A CPH foi instruída a remover todos os itens que se referem a Jesus ou à Bíblia para usar os anúncios de remarketing ou usar um tipo diferente de produto de anúncio do Google.
Kintz disse que eles não “sacrificariam” suas crenças para cumprir os requisitos do Google.
“Não é nenhum segredo que a sociedade está se tornando cada vez mais hostil à fé cristã. Essa crescente hostilidade torna nossa missão de proclamar essa fé através dos livros, Bíblias e currículo que produzimos ainda mais importantes. Continuaremos a proclamar a fé porque sabemos, sem sombra de dúvida, que a Palavra do Senhor é eterna", afirmou.
“Continua a ser a missão do CPH compartilhar a Palavra de Deus com todos os cristãos que buscam recursos fiéis para sustentar sua fé. O CPH não será impedido pelas ações doGoogle neste caso, mas buscará todas as vias disponíveis para conectar pessoas a Cristo.”
A notícia chega num momento em que muitos acusam o Google e outros gigantes da tecnologia, como o Twitter e o Facebook, de ter um viés liberal e suprimir o alcance de conservadores e cristãos.
Share:

Bebê morre ao comer bolo com veneno que seria dado ao pai

Doce foi feito pela mãe e seria levado para presídio onde o pai está detido


Uma menina de 1 ano e 11 meses morreu envenenada depois de comer um bolo que seria levado para seu pai, que está em um presídio. A pequena Kethelly Katrinny comeu o doce que foi preparado pela própria mãe. O caso aconteceu no interior do Acre.
A mulher teria feito o bolo e deixado em cima da mesa e não viu quando a criança comeu um pedaço. Outros dois adolescentes também comeram o doce e passaram mal. Eles ficaram internados em observação.
De acordo com familiares, a mãe da menina, que tem 18 anos, está em estado de choque. Ainda segunda parentes, ao saber da morte, o pai da criança teria ficado transtornado e chegou a tentar suicídio.
Share:

PGR quer que delação sobre Lula volte para mãos de Moro

Segunda Turma do STF decidiu enviar para São Paulo trechos da delação que falavam do ex-presidente

Nesta terça-feira (24), a 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu retirar do juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Criminal de Curitiba, trechos da delação da Odebrecht que citava o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. No entanto, a Procuradoria-Geral da República (PGR) estuda recorrer desta decisão que enviou os trechos para a Justiça Federal em São Paulo. As informações foram dadas pelo jornal Folha de S.Paulo.
De acordo com o Ministério Público Federal, os trechos retirados de Moro relatam a ocorrência de reformas no sítio em Atibaia (SP), aquisição de imóveis para uso pessoal e instalação do Instituto Lula e pagamentos de palestras, condutas que poderiam funcionar como retribuição a favorecimento da companhia. A decisão foi por 3 votos a 2.
O pedido havia sido feito pela defesa de Lula. Para os advogados, os crimes relatados não tinham nenhuma relação com a Petrobras. Os ministros Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes concordaram com a defesa.
Segundo a publicação, os recursos que os procuradores pretendem apresentar devem ser analisados também pela 2ª Turma e não pelo plenário.
Share:

CCT aprova projeto que amplia alcance de rádios comunitárias



A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (CCT) aprovou nesta terça-feira (24) o projeto (PLS 513/2017) que amplia o alcance das rádios comunitárias. A proposta também aumenta o número de canais em que as rádios podem operar, passando de um canal para três. Segundo o autor do projeto, senador Hélio José (Pros-DF), a proposta corrige a lei que regulamenta das rádios comunitárias, em vigor desde 1998. A proposta, aprovada em decisão terminativa na CCT, segue para a Câmara dos Deputados.














Share:

Bancada evangélica pede que PGR investigue Gleisi


O deputado e líder da Frente Parlamentar Evangélica, pastor Takayama (PSC-PR), entrou com uma representação na Procuradoria Geral da República, nesta quinta-feira (19), contra a senadora Gleisi Hoffmann, por quebra de decoro parlamentar.

Em um vídeo gravado, nesta terça-feira (17), para a TV Al Jazeera, a petista pede a ajuda do mundo árabe para soltar o ex-presidente Lula.

– O que nos deixa pasmos é uma pessoa como essa fazer atos como esse, incitando outro país a agredir o nosso, o seu próprio país. Acho que só isso já demonstra a quebra de decoro parlamentar – disse o pastor em vídeo divulgado no Facebook.



Share:

Wagner BA


Share:

Roraima anuncia ação no STF para pedir para fechar fronteira com a Venezuela





A governadora de Roraima, Suely Campos (PP), disse em Brasília nesta sexta-feira (13) que o governo do estado entrou com uma ação no Supremo Tribunal Fedeal (STF) pedindo para a União fechar temporariamente a fronteira com a Venezuela. A governadora alegou que Roraima não está conseguindo lidar com a quantidade de imigrantes venezuelanos que chega ao estado.
A ação foi protocolada no Supremo nesta tarde. Até as 16h04, o relator do caso ainda não havia sido escolhido pela Corte.
Suely Campos afirmou que não concorda com a atual política da União com relação à entrada de venezuelanos. Ela disse que, por dia, chegam ao estado de 500 a 700 imigrantes da Venezuela.
O país vizinho passa por uma severa crise política, econômica e social. O Brasil tem sido um dos principais destinos de quem deixa a Venezuela em busca de melhores condições de vida.
Além do fechamento temporário da fronteira, a governadora disse que Roraima também pediu no STF mais verbas da União para lidar com os imigrantes. Na ação, o governo do estado afirma que a União tem sido "omissa" na sua função de controlar as fronteiras.
"O estado de Roraima protocolou uma ação civil originária no STF contra a União 'na sua obrigação de fazer', porque a União precisa efetivamente controlar a fronteira no estado de Roraima. Da forma como está sendo feito, nós não concordamos, porque continuamos tendo um grande impacto no fluxo imigratório venezuelano. Com essa facilitação na fronteira feita pela União, está cada dia mais entrando venezuelano. Entram, por dia, de 500 a 700 venezuelanos no estado de Roraima”, disse a governadora.
“Essa ação foi feita no sentido de efetivar o controle da fronteira, [enviar] recursos para o nosso estado e fechar a fronteira temporariamente, porque como podemos deixar entrar mais venezuelanos se nós não podemos organizar os que estão aqui?”, completou Suely Campos.
Na ação, o governo de Roraima alegou que é o estado mais pobre da federação e não tem condições de oferecer serviços obrigatórios, como saúde e educação, diante do "aumento descontrolado do fluxo migratório".
Questionada sobre a iniciativa do governo federal de interiorizar imigrantes venezuelanos, como os cerca de 200 que foram levados em aeronaves da Força Aérea para São Paulo no início deste mês, Suely Campos afirmou que a iniciativa ainda é "lenta".
“A interiorização é lenta, apenas 260 venezuelanos foram levados para São Paulo e Mato Grosso. É preciso que a União tome uma postura mais efetiva em relação à questão migratória em nosso estado”, disse.

Share:

Casa Publicadora das Assembleias de Deus lançará em maio a TV CPAD




. Novo canal de divulgação do Evangelho pela internet trará programas voltados para todas as faixas etárias e setores da Igreja.
Segundo o Google, mais de 1 bilhão de horas de vídeo do Youtube são assistidas todos os dias no mundo. Estima-se que, em 10 ou 20 anos, 90% do que as pessoas vão assistir em vídeo estará online. Pensando nisso, a CPAD inicia uma nova fase de sua história. No mês de maio, a Casa Publicadora das Assembleias de Deus lançará a "TV CPAD – a um clique de você", cumprindo sua missão de levar o Evangelho a todos, em todos os lugares e por todos os meios.

De acordo com o diretor-executivo da Casa, Ronaldo Rodrigues de Souza, o objetivo primordial da TV CPAD é promover a edificação do Corpo de Cristo e a expansão do Reino de Deus. Com isso, está sendo preparada uma grade de programação que vai ser exibida pela internet para atender a todos os setores e faixas etárias da Igreja, como obreiros, jovens, crianças, mulheres, educadores e crentes em geral, com conteúdos de qualidade.

Confira alguns programas já confirmados da TV CPAD:

Movimento Pentecostal (Programa de divulgação do Evangelho e promoção do ensino pentecostal por meio de mensagens, hinos, entre outros)
Mulher Cristã Hoje (Programa semanal com mensagens e entrevistas voltadas para o público feminino)
Conhecendo as Escrituras (Programa de exposição sintética de tópicos doutrinários da Doutrina Bíblica Pentecostal)
O Cristão e o Mundo (Programa de análise e entrevistas sobre os principais assuntos do Brasil e do mundo à luz da visão de mundo cristã)
CPAD News (Boletim semanal de notícias sobre o meio evangélico nacional e internacional)
Mensagens de Vida (Programa de pregações)
ED na TV (Programa quinzenal com debate, entrevistas e orientações sobre a Escola Dominical)
Impactar (Programa de entrevista, mensagens e matérias voltadas para o jovem cristão hoje)
Louvor & Adoração (Programa de entrevista com cantores, clipes e matérias voltadas para o mundo da música cristã)
Na História (Programa com reportagens, entrevistas e eventos históricos do pentecostalismo no Brasil e no mundo)
Teologia em Foco (Programa de entrevista com teólogos abordando temas bíblico-doutrinários específicos)
CGADB na TV (Boletim de serviço e notícias sobre a Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil)
Cantinho da Tia Jô (Programa infantil)
Mercado de Trabalho (Orientações práticas para o mercado de trabalho sob a perspectiva cristã)

TV CPAD fará ainda a cobertura em tempo real da grande final do concurso Crente Bom de Bíblia, que será realizada nos dias 16 e 17 de novembro, além de outras coberturas.
Mais informações nos próximos dias aqui, no CPADNews.
Share:

Moro determina prisão de Lula para cumprir pena no caso do triplex




O Juiz federal Sérgio Moro determinou nesta quinta-feira (5) a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado em duas instâncias da Justiça no caso do triplex em Guarujá (SP).
A pena definida pela 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) é de 12 anos e 1 mês de prisão, com início em regime fechado.
Lula tem até as 17h desta sexta-feira (6) para se apresentar voluntariamente à sede da Polícia Federal em Curitiba, determinou Moro. O juiz vetou o uso de algemas "em qualquer hipótese".
"Relativamente ao condenado e ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, concedo-lhe, em atenção à dignidade do cargo que ocupou, a oportunidade de apresentar-se voluntariamente à Polícia Federal em Curitiba até as 17:00 do dia 06/04/2018, quando deverá ser cumprido o mandado de prisão", diz o despacho.
A defesa tentou evitar a prisão de Lula com um habeas corpus preventivo no Supremo Tribunal Federal (STF), pedindo que a pena fosse cumprida somente após o trânsito em julgado - ou seja, após encerradas todas as possibilidades de recurso aos tribunais superiores. O habeas corpus, porém, foi negado na quinta-feira (5) pelo STF, por 6 votos a 5.
G1 entrou em contato com a defesa do ex-presidente e aguarda retorno.

Lula é acusado de receber o triplex no litoral de SP como propina dissimulada da construtora para favorecer a empresa em contratos com a Petrobras. O ex-presidente nega as acusações e afirma ser inocente.
A defesa do petista ainda pode apresentar um último recurso ao TRF-4, que não tem, porém, o poder de reverter a condenação. O prazo de 12 dias para a apresentação desse recurso começou a contar no último dia 28 e termina em 10 de abril.
No despacho, Moro afirma que tais recursos são "uma patologia protelatória".
"Hipotéticos embargos de declaração de embargos de declaração constituem apenas uma patologia protelatória e que deveria ser eliminada do mundo jurídico", escreveu Moro.
"De qualquer modo, embargos de declaração não alteram julgados, com o que as condenações não são passíveis de alteração na segunda instância”, completou.
Esgotadas as chances de recurso no TRF-4, os advogados de Lula ainda podem recorrer contra a condenação no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e no Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília.

Prisão

Os detalhes da apresentação de Lula à PF devem ser discutidos pela defesa com o delegado Maurício Valeixo, também Superintendente da PF no Paraná, determinou Moro.
Uma sala foi reservada para Lula na Superintendência da Polícia Federal.
"Esclareça-se que, em razão da dignidade do cargo ocupado, foi previamente preparada uma sala reservada, espécie de Sala de Estado Maior, na própria Superintência da Polícia Federal, para o início do cumprimento da pena, e na qual o ex-presidente ficará separado dos demais presos, sem qualquer risco para a integridade moral ou física", diz Moro no despacho.
No despacho, o magistrado ainda determinou a execução da pena de prisão contra José Adelmário Pinheiro Filho, o Léo Pinheiro, e Agenor Franklin Magalhães Medeiros. Ambos já estão presos na carceragem da PF em Curitiba.

Candidatura

Confirmada a condenação e encerrados os recursos na segunda instância judicial, Lula fica inelegível pela Lei da Ficha Limpa.
Na esfera eleitoral, porém, a situação do ex-presidente será decidida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que deverá analisar seu eventual registro de candidatura.
Os partidos têm até o dia 15 de agosto para protocolar candidaturas. Já o TSE tem até o dia 17 de setembro para aceitar ou rejeitar as candidaturas.
O ex-presidente pode, ainda, fazer um pedido de liminar (decisão provisória) ao TSE ou a um tribunal superior que lhe permita disputar as eleições de 2018. A Lei da Ficha Limpa prevê a possibilidade de alguém continuar disputando um cargo público caso ainda existam recursos contra a condenação pendentes de decisão.
Share:

WhatsApp


Programa Show do Britto

LISTA ORDENADA

Os que confiam no Senhor são como o monte Sião, que não se pode abalar, mas permanece para sempre. -- Salmos 125:1

Previsão do Tempo

LISTA DE DEFINIÇÕES

Total de visualizações de página

Postagem em destaque